Seguidores

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

TRILHA SONORA

Jamais me chamei "Camila" ou me apaixonei por um "Astronauta de Mármore"... Se, "De repente 1983" fosse, em nada mudaria minha vida...

Nenhum de Nós, definitivamente, não "Faz parte do meu Show" nem mesmo soprou em qualquer "Vento no Litoral" como Barão Vermelho, Cazuza, Blitz, Legião Urbana e suas dezenas de recordações e lágrimas...

Mesmo assim, ouvir Teddy Correa e banda foi uma das melhores coisas dos últimos tempos, embora o braço imobilizado e o receio de algum empurrão de um fã mais enlouquecido.

A energia da banda, a emoção da plateia de idades variadas e todas aquelas músicas que lembram a juventude dos que hoje tem mais de 30, fazem a gente ser feliz e lembrar que a vida é bela e que arte e bom gosto existem e não têm idade.


Enquanto houver Nenhum de Nós, Engenheiros do Hawaii, Titãs, Capital Inicial e tantas outras boas bandas de música brasileira, o mundo ainda terá solução...

Um comentário:

Clayton Х. из Ф. Mendonça disse...

Verdade,, eles podem até morrer, mas suas múzikas sempre estaram em nossos corações,,,
Um dia nascer feliz,, pra todo mundo cantar e a gente dormirrr,,,,