Seguidores

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Estranheza

Quis tanto e um dia cheguei perto...
sonhei, vivi, delirei e também sofri...

desejei, até amei...
não foste meu,
roubei-te instantes memoráveis...

derramei lágrimas...

um dia, a máscara caiu,
acordei,
frustrei...

levantei,

refiz a maquiagem,
balancei o cabelo
e fui dançar...

A vida continua...

À luta!!!

2 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Bonito poema, amiga Eunice. Eu aguardava ansioso a volta dos teus posts.
Um grande abraço. Desejo-te uma linda sexta-feira.

Eunice Couto disse...

Obrigada, amigo!!! Andei sem tempo-inspiração... Um ótimo fim de semana pra ti. Bjs