Seguidores

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

DESABAFO

Hoje consegui assimilar porque tenho tantos bloqueios emocionais. Embora tenha sido filha única por muito tempo, a bonitinha, fofinha e exemplar da família, nunca consegui a aprovação necessária. O que eu fazia era sempre o mínimo e poderia render mais...

Minha festa de 15 anos não foi festa; não debutei; não curti a festa de casamento - e ainda sou responsável porque minha irmã não teve festa de 1º aniversário -; a primeira gravidez e o nascimento do bebê foram cheios de "deveria ser de outra maneira"; não houve festa na minha formatura; a separação foi uma vergonha familiar; a 2ª gravidez outra; decidir morar noutra cidade pra fazer o que EU queria, aos 41 anos, foi motivo para fogueira; a decisão de vida tomada pelo meu filho - da qual me orgulho muito - é absurda (por culpa minha) ou de fundo religioso (por bênção divina, óbvio)...

Nunca fui uma mãe doce; não sei ser melosa com as pessoas, especialmente as mais chegadas, e muitas vezes me condeno por isso. Por outro lado, sofro de Síndrome de Burnout, faço tratamento com ansiolíticos e terapia. Sou muito bem resolvida quanto ao que quero na minha vida. Tenho certeza que detesto qualquer pessoa dando pitaco, como não quero ser responsável pela felicidade de ninguém. Não há nada que mais me estresse que dar satisfação, seja a quem for, pela razão que for. Odeio ser controlada! Também não quero dirigir, controlar, orientar mais que o necessário e sonho com o dia em que só farei o que tiver vontade...

A pergunta que não cala: até quando essas coisas me perturbarão, perseguirão e tirarão minha paz?

Um comentário:

vani disse...

eu penso que buscar das pessoas oque elas nao tem torna dificil a caixa do subconicente, uma vez que ele registra tudo, muito rapido, sem dar tempo de deletar dos pensamentos o arrependimento, ter a coragem é tudo, e se nao a tem, adquira para se tornar um ser independentemente feliz, aprender a amar é o principio da cura para tudo, começando por mim mesma, ai saberei que o passado é um cancer que se cura com o perdao, e que torna como aprendizados para o melhor de amanha