Seguidores

domingo, 8 de agosto de 2010

De Que Serve A Bondade

1
De que serve a bondade
Se os bons são imediatamente liquidados,ou são liquidados
Aqueles para os quais eles são bons?

De que serve a liberdade
Se os livres têm que viver entre os não-livres?

De que serve a razão
Se somente a desrazão consegue o alimento de que todos necessitam?
2
Em vez de serem apenas bons,esforcem-se
Para criar um estado de coisas que torne possível a bondade
Ou melhor:que a torne supérflua!

Em vez de serem apenas livres,esforcem-se
Para criar um estado de coisas que liberte a todos
E também o amor à liberdade
Torne supérfluo!

Em vez de serem apenas razoáveis,esforcem-se
Para criar um estado de coisas que torne a desrazão de um indivíduo
Um mau negócio.
Bertold Brecht

4 comentários:

Lisa disse...

Bem, acho que nós estamos aqui [no mundo] sempre desarrumando tudo, sabe? E o mundo é como a casa da gente, alguém tem que arrumar, organizar, limpar...

E se cada um arrumasse o que bagunça... ahhh como seria bom esse mundo!

joshua disse...

Parabéns pelo belíssimo blogue, Eunice.

PALAVROSSAVRVS REX

Eunice Couto disse...

Obrigada pelo carinho da visita e das palavras...

Realmente!!! Se cada um arrumar aquilo que desarruma, o mundo será outro, beirando a perfeição...

Voltem sempre!!!

Dilmar Gomes disse...

Oi, amiga. Lendo este belo poema da Cecília, lembrei do nosso anjo poeta. Certamente você sabe, que muito anos antes de Mario se "apaixonar" pela Bruna Lombardi, ele viveu uma intensa fantasia pela Cecilia. Segundo, alguns contemporâneos do Mario, estes versos: minha senhora; eu te amo tanto; que até por vosso marido; sinto certo quebranto" foram feitos para a Musa.
Um grande abraço.